Pesquisar blogs

domingo, 11 de dezembro de 2011

Vox Dei

Neste mês o blog Ciência e o Criador completará 01 ano. Serão postadas matérias especiais sobre ciência, conhecimento religioso (Geografia bíblica, povos antigos, etc.), prezando sempre pela excelência dos conteúdos e respeito aos queridos leitores.

A palavra Bíblia passou por algumas mudanças, Bíblos  era o nome de uma antiga cidade Fenícia, famosa pela exportação de papiros. Deste nome se
originou a palavra  Biblíon  (livro) e mais tarde  TÁ BIBLÍA  (os livros). O plural grego que determinava o nome  Bíblia  transformou-se, no latim posterior, em nome feminino, singular,  Bíblia, o livro. 
A Bíblia através dos tempos
500 A.C
Supõe-se que as Escrituras da Bíblia hebraica – a lei, os profetas, os salmos e outros textos – tenham sido concluídas neste período.
250 A.C
Uma tradução grega da Bíblia hebraica conhecida como Septuaginta é compilada por estudiosos judeus de Alexandria, no Egito.
Séc. 1 e 2 da Era Cristã
Os evangelhos e outros textos que formarão o Novo Testamento são compilados em grego.
Séc. 4
Escrituras são traduzidas para línguas vernáculas do Oriente Médio, como o copta e o siríaco.
383-405
Encomendada pelo papa, uma tradução dos dois testamentos para o latim passa a ser conhecida com Vulgata.
800
Carlos Magno, imperador do Sacro Império Romano, ordena uma versão padronizada da tradução da Vulgata, a Bíblia de Alcuin.
1382
A primeira tradução influente da Bíblia para o inglês é iniciada por seguidores do teólogo dissidente John Wycliffe.
1408
Para preservar a autoridade da igreja, o arcebispo católico romano da Inglaterra proíbe traduções inglesas da Bíblia.
1516
O pensador holandês Erasmo faz traduções em latim e grego; influencia depois reformadores, como Martinho Lutero.
1526
William Tyndale “referencia da Bíblia inglesa”, traduz o Novo Testamento e é executado por isso.
1534
Henrique VIII rompe com a igreja Católica Romana e se torna chefe da igreja da Inglaterra.
1603
Morre Elizabeth I. Em 164. Seu sucessor, James I, encomenda uma nova tradução inglesa. A obra é publicada em 1611.

Por séculos as Escrituras judaicas foram copiadas à mão em rolos de pele de animal. Textos cristãos que formaram o Novo Testamento foram escritos pela primeira vez em rolos de papiro. No início do século 2, Escrituras cristãs foram encadernadas de modo a permitir que as páginas fossem viradas. A esse novo formato chamou-se de códice, ou livro.
O pergaminho de Isaías, um dos Manuscritos do Mar Morto, foi copiado em hebraico por volta de 100 a.C.
Com Roma à frente da igreja no Ocidente, o latim tornou-se a principal língua das Bíblias cristãs. A tradução da Vulgata no século 5 foi clássica por mil anos. Um monge usou-a no mosteiro inglês de Lindisfarne,Por volta de 960, uma das primeiras traduções inglesas da Escritura foi inserida em suas páginas.
Em meados do século 13, frades dominicanos e franciscanos em Paris e Bolonha estavam copiando em latim Bíblias completas que cabiam no bolso. Padronizaram a ordem dos livros bíblicos e os dividiram em capítulos. A prática de numerar cada versículo teve início em uma edição protestante publicada em língua francesa, em 1553, em Genebra. As bíblias de Paris foram as primeiras Bíblias completas encadernadas em formato portátil.
A prensa de tipos móveis de Gutenberg, do século 15, e a reforma Protestante, no século 16, combinaram-se para pôr Bíblias nas mãos de pessoas comuns em sua própria língua. Os protestantes falantes do inglês prezavam a Bíblia de Genebra, de 1560; os ingleses católicos romanos usavam a Bíblia de Douai-Rheims. No século 17, os protestantes seguiam a Bíblia do rei James.
Johannes Gutenberg foi o primeiro a imprimir a Bíblia, por volta de 1455. Foram impressas talvez 180; 49 ainda existem.

  Demétrius A. Silva
Fonte de pesquisa e imagem:
National Geographic Brasil

2 comentários:

Jesus te ama! disse...

PARABÉNS PELO TRABALHO AQUI NO BLOG! VOLTAREI ABRAÇO DIANA

Laélia Marques disse...

Happy Birthday to you! Parabens gostei do blogger que Deus continue te abÊnçoando PAZ

Bjs lia
http://laeliatayane.blogspot.com/