Pesquisar blogs

sábado, 8 de outubro de 2011

Um elemento essencial


Á exceção do fluxo da água, nenhum mecanismo da natureza é mais crucial que a circulação do carbono entre o ar, a terra e a água. Apenas quatro formas de carbono puro são conhecidas – o diamante, a grafita,
o carbono amorfo (como o carvão vegetal) e o fulereno. Todavia, a capacidade do carbono em unir-se à maioria dos não metais fez dele a base de todos os compostos orgânicos - plantas e animais. A vegetação terrestre consome 60 bilhões de toneladas de carbono por ano para crescer, liberando oxigênio. Tal demanda esgotaria o CO2 da atmosfera se não houvesse reposição por meio da respiração das plantas e da decomposição da matéria orgânica. Com sua engrenagem complexa, o ciclo do carbono garante a vida na Terra.

O ciclo do carbono depende de o elemento se retirado da atmosfera e armazenado em florestas, mares e depósitos subterrâneos de carvão, gás e petróleo. Mas os seres humanos rompem o ciclo ao liberar prematuramente o CO2 desses reservatórios, aquecendo com isso o clima global.

Teor de carbono em %
Diamante
100
Grafita
100
Carvão mineral (antracito)
92
Petróleo
86
Madeira
50
PVC
38
Corpo humano
18
Calcário
12
Solo agrícola
1-2
Aço
0,2-1,5
Ar
0,015
Água do mar
0,0025


Ciclo de vida.

Permafrost
Crescimento: Expostas aos raios solares, as plantas removem o CO2 da atmosfera por meio da fotossíntese, usando o carbono como fonte de energia e formação de tecidos.
Decomposição: A respiração de bactérias e fungos, que se alimentam de matéria orgânica, devolve o CO2 à atmosfera.
Estoque: Grandes volumes de carbono ficam fora do ciclo durante eras, seqüestrados na crosta terrestre, nos oceanos e nos depósitos de carvão, petróleo e gás.
Intercâmbio: Solúvel na água, o dióxido de carbono circula entre a atmosfera e os oceanos. O carbono também transita com rapidez entre plantas e animais marinhos.

Sumidouros globais
No Ártico, o permafrost armazena 14% do carbono seqüestrado dos solos.
A absorção de carbono pelo Atlântico Norte supera 500 milhões de toneladas por ano.
As florestas boreais são o maior reservatório no solo de carbono orgânico em toda Terra.
Florestas tropicais, como a da Amazônia respondem por 35% do CO2 entre a terra e o ar.
O efeito estufa.

Quase todas as formas de vida na Terra morreriam de frio caso a atmosfera do planeta não retivesse o calor. Um equilíbrio de vapor d’ água, CO2, metano e outros gases refletem o calor do Sol de volta à superfície em dose suficiente para manter a temperatura média globla em 14°C. Desde o início da Revolução Industrial, esse aquecimento natural foi agravado por um aumento de 30% na concentração de CO2. No século passado, a temperatura global subiu 0,6°C.

Demétrius A. Silva
Fonte de pesquisa e imagem:
National Geographic Brasil

2 comentários:

JCavalheiro disse...

A Paz do Senhor irmão Demétrius!

Continuo seguindo e visitando com regularidade suas postagens que, como esta, são excelentes aulas de ciências, que estabelecem um despertar para a consciência de que toda essa beleza e perfeição da natureza deve-se ao Criador de todas as coisas.
Que Deus continue a abençoá-lo.
Abraços do irmão em Cristo....

João Q. Cavalheiro
www.aramasi.blogspot.com

Conselhos de Cristo disse...

A paz do Senhor amados irmãos e irmãs em Cristo Jesus, vamos juntos pregar o Evangelho do Senhor Jesus.

Divulguem este vídeo para pelo menos dez pessoas que os amados sabem estar precisando de uma palavra de fé e esperança, e divulguem o blog abaixo, para pessoas que estão precisando de um conselho.

http://www.youtube.com/watch?v=aa-AMYtfXI0&feature=youtu.be&t=8m (Aqui ministro uma palavra de fé e de esperança)

http://conselhosdecristo.blogspot.com/ (aqui um blog de conselhos edificantes para a sua vida)

Um grande abraço queridos a paz do Senhor e salvador Jesus Cristo, amém.