Pesquisar blogs

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Trabalho Infantil


Gostaria de compartilhar informações contrarias as que serão apresentadas, mas como ser humano e cristão, não posso me calar diante destes fatos.

Em todo o planeta, 215 milhões de crianças trabalham. De acordo com o novo relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), das Nações Unidas, 60% delas labutam invisíveis no setor
agrícola, muitas vezes em troca de salários ínfimos ou mesmo sem pagamento. O isolamento, aponta a organização Human Rights Watch, pode facilitar a exploração.

Em 2004 e 2008, a quantidade de crianças trabalhadoras diminuiu em 7 milhões; a Ásia e a América Latina, sobretudo o Brasil, foram as regiões em que mais se avançou, graças a iniciativas governamentais. O sul da Ásia continua a brigar a maioria delas; um em cada quatro crianças subsaarianas ainda é classificada como trabalhadora infantil. A crise econômica pode impedir a redução desse contingente na medida em que cresce a demanda por mão de obra barata.
Para sanar o problemas, a OIT propõe um comprometimento global com a educação compulsória e a colaboração entre os governos e as organizações de trabalhadores. Ela estima que o gasto de 140 bilhões de dólares na África subsaariana ao longo de 20 anos poderia resultar em benefícios de até 724 bilhões, incluindo os custos em atendimento médico, que não mais seriam necessários se as crianças deixassem de fazer tarefas perigosas.
Considera-se que uma criança é trabalhadora quando tem menos de 12 anos e realiza tarefas não domésticas. Jornadas exaustivas e locais insalubres caracterizam os perigos da atividade.

Trabalho infantil estimado por região, em 2008. (Em milhões)

 * Exceto Austrália, Nova Zelândia, Japão e partes da Ásia Central. 
Fonte de pesquisa e imagem:
National Geographic Brasil

4 comentários:

Reflexões teológicas disse...

Siga em frente Querido Irmão. Sua visão é Profética! Abraços.

Demétrius A . Silva disse...

Obrigado irmão Marcos. Deus lhe abençoe.
Abrçs.

waldir disse...

Que Deus te abençoe e de forças para continuar e nunca parar.
parabéns.

Demétrius A . Silva disse...

Obrigado Waldir.
Que possamos lutar contra todo mal, buscando a face de Cristo e não nos conformando com este mundo perdido.
Deus lhe abençoe.
Abrçs.